Morre 16º criminoso que atacou município de Mato Grosso em confronto com a polícia no Tocantins

POLÍCIA

A secretaria estadual de Segurança Pública de Mato Grosso confirmou que mais um criminoso responsável pelo ataque em Confresa (1 mil quilômetros de Cuiabá), morreu em confronto com policiais, ontem à noite, na área rural do município de Pium, no Tocantins. Ele chegou a ser socorrido e levado ao hospital de Marianópolis, mas não resistiu.  Foi apreendido um fuzil, modelo e calibre não informado.  

Após mais esse confronto, são 16 bandidos mortos desde o início da operação Canguçu, e quatro presos, sendo dois por darem apoio ao bando. Também foram apreendidas 17 armas, dentre elas dois fuzis .50 e 11 AK-47, carregadores, milhares de munições, coletes balísticos, capacetes balísticos, materiais explosivos e detonadores, além de coturnos, luvas, joelheiras, cotoveleiras, balaclavas e mochilas. 

A operação já dura 30 dias com forças de segurança de cinco Estados. São mais de 300 policiais na região de Tocantins, local onde o bando após atacar o município de Confresa e tentar roubar uma empresa de valores, fugiu.  

Conforme Só Notícias já informou, um dos quatro assaltantes presos revelou, em depoimento para a polícia que a quadrilha acreditava que levaria mais de R$ 30 milhões da empresa de valores em Confresa e detalhou o que não deu certo na ação criminosa.

Spread the love

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *